Como muitos, que gostam de ler e alimentam o sonho de algum dia escrever, resolvi dar o primeiro passo e encarar o desafio. Escolhi escrever ficção policial por dois motivos: já haver lido bastante sobre o gênero e aproveitar o conhecimento prático de quem já tem vinte anos de experiência profissional como delegado de polícia.

Terminei minha primeira ficção, Mar de fora, e resolvi compartilhar o que encontrei ao longo dessa jornada.

A ideia do Blog surgiu através das minhas próprias dificuldades em dar vida ao projeto de escrever uma ficção policial. Como não tinha ideia de por onde começar, essa falta de orientação tornou a iniciativa bem mais árdua. Pensei em dividir os acertos e erros da minha jornada, as dicas que encontrei na literatura, as lições dos clássicos do gênero policial, enfim, o que eu gostaria de ter encontrado.

Também resolvi compartilhar as boas (e más, também) experiências literárias do gênero policial.

Para atingir esse propósito, a ideia do blog é bem oportuna, pois ajuda a sistematizar e armazenar essas informações. Além, é claro, de facilitar o encontro de mais informação e interessados no tema.

Também me dei conta que, ao trabalhar na estrutura e alimentação do blog sobre literatura policial, eu estaria obtendo maior profundidade no trabalho que me propus a fazer.